Skip to main content
   
   
Go Search
Visão Contacto
  

Visão Contacto > Posts > A Agenda Verde: os materiais de construção que vieram para ficar
A Agenda Verde: os materiais de construção que vieram para ficar

Carlos Ferreira | C24 | AND-RE & LARCHS ARCHITETTURA | Catu, Itália  e Porto, Portugal

Projecto Saya Park, Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira; Fotografia de Fernando Guerra

O betão talvez não seja uma escolha óbvia de um material "que veio para ficar", dadas as suas implicações ambientais, mas a adaptabilidade deste material não se limita á construção.

Efetivamente, o betão é um material compósito de agregados sólidos ligados com cimento e água que, segundo as pesquisas mais recentes, viu a sua origem há quase 10.000 anos. 

Historicamente, o betão é associado ao império romano, ainda que existam vestígios da sua utilização em civilizações mais antigas. Deixado de parte durante a Idade Média, por conta da ruralização da Europa, o betão veio a ser novamente desenvolvido e difundido globalmente no século XIX.

Na construção, o betão é um material de uso polivalente e de alta durabilidade, podendo ser usado desde a construção de estruturas até ao acabamento de superfícies. Por conta da sua plasticidade e capacidade de produção em massa, o betão ganhou relevância durante o período da arquitetura moderna, sendo o material mais utilizado na contemporaneidade.

O fabrico de betão apresenta uma ampla gama de consequências negativas ambientais e sociais. Grande parte destas consequências deve-se à indústria do cimento, elemento imprescindível no fabrico do betão convencional. A indústria do cimento representa um dos três principais emissores de dióxido de carbono em todo o mundo, sendo uma preocupação na problemática dos gases efeito estufa.

Na Agenda Verde, e de acordo com os ODS - Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a produção de betão representa um aparente entrave.  Contudo, devido à crescente consciencialização ambiental, aprimorada pelas leis governamentais e incentivos económicos, cada vez mais medidas são tomadas para reverter as consequências negativas do fabrico de betão. Atualmente a reciclagem de betão é uma realidade competitiva no mercado da construção civil, acompanhado do betão EFC - Earth Friendly Concrete, um betão que dispensa o tradicional cimento na sua produção.

Os materiais de construção são constantemente (re) descobertos. Assim, embora os primeiros registos de utilização deste material remontem à Antiguidade Clássica, ainda estamos longe de descobrir todas as suas possibilidades e aplicações.

A resiliência do potencial do betão ao longo da história e a sua capacidade de adaptação à mutabilidade das problemáticas da sociedade, demonstram que o betão é, de facto, um material que veio para ficar.

Share on Facebook
Created By: Carlos Manuel Sousa Ferreira
Published: 23-10-2020 11:43

Comments

There are no comments yet for this post.

 ‭(Hidden)‬ Content Editor Web Part ‭[2]‬

Visão Contacto