Skip to main content
   
   
Go Search
Visão Contacto
  

Visão Contacto > Posts > Cortiça, o "green building material" que não deixa espaço para dúvidas
Cortiça, o "green building material" que não deixa espaço para dúvidas

Ana Luísa Viana | C24 | CNT Europe | Bruxelas, Bélgica

Ecohouse

O setor da construção tem a sua atividade marcada por enormes impactos ambientais, pelo uso de grandes quantidades de matérias-primas e por altos consumos energéticos, com as correspondentes elevadas emissões de gases de efeito de estufa. Por isso, são inúmeras as razões que levam os empreiteiros, empresários e proprietários de casas a trocar os materiais de construção tradicionais pelos materiais ecológicos como forma de limitar o impacto ambiental que estes geram. Investir em construção sustentável permite a criação de edifícios energeticamente eficientes e reduz as emissões de dióxido de carbono, ao mesmo tempo que capta a perceção das pessoas, nomeadamente dos clientes, para uma empresa ecologicamente responsável.

A preferência pelos chamados Green Building Materials representa uma estratégia importante no domínio da construção sustentável. Podem considerar-se materiais sustentáveis aqueles que são duradouros e necessitam de pouca manutenção, que se podem reutilizar e/ou recuperar. Assim, seria impossível não remeter o pensamento para o material que, nos anos recentes, se tornou cada vez mais prevalente em casas e espaços públicos: a cortiça.

A cortiça é uma matéria-prima 100 % natural, reutilizável e reciclável, extraída dos sobreiros sem nunca prejudicar o normal desenvolvimento da espécie e danificar a árvore. A casca de cada árvore pode ser retirada até 20 vezes durante o seu ciclo de vida. Não só este produto é altamente renovável, como possui propriedades únicas, desde a resistência à água, ao isolamento acústico e térmico, que permitem a sua aplicação em revestimentos e pavimentos de edifícios, produtos para construção, moda, design, indústria aeroespacial e outros produtos diversos. Adicionalmente, o setor da cortiça é um caso especial na economia portuguesa, pois é o único onde Portugal assume a primeira posição a nível mundial em vários domínios.

Esta matéria-prima consegue garantir o mesmo nível de desempenho técnico ao longo de toda a vida útil do produto. “Quem se preocupa com os netos planta um sobreiro”, diz o velho ditado português, que carrega em si um conceito relacionado com a cortiça, um convívio harmonioso entre proveito e sustentabilidade. Ela pode até ser útil, depois, para “plantar” uma casa passiva!

O que é uma casa passiva?

Mais conforto, menos contas a pagar no final do mês e a consciência tranquila de uma pegada ecológica menor. É tudo isto que as casas passivas pretendem atingir, assentes num conjunto de princípios que englobam a eficiência energética, a acessibilidade e a sustentabilidade. São a prova de que é possível construir um edifício altamente eficiente em termos energéticos sem ser necessário um investimento superior. A solução está na qualidade em todas as fases de construção do projeto, desde a sua projeção até à construção e materiais necessários. Bambu, madeira recuperada e aço reciclado são exemplos de materiais que podem ser utilizados nestes métodos de construção ecologicamente responsáveis. E se o conforto térmico dentro dos edifícios assume um papel importante, contribuindo para o bem estar, saúde e produtividade, a cortiça é o ex-libris na sua função. Sendo esta edição do INOV Contacto marcada pelo movimento mundial “Fica em casa”, torna-se ainda mais evidente o valor do tempo de qualidade que podemos passar dentro dela.

Por ser um produto que combina ecologia com performance, a cortiça corresponde na perfeição aos objetivos da construção sustentável e da sociedade contemporânea, preocupada com o ambiente e o planeta, não esquecendo a estética e a eficácia.

Acredito que o futuro dos edifícios verdes seja promissor, com tendência a durar mais, custar menos e proporcionar ainda maior satisfação a quem os ocupa.

Share on Facebook
Created By: Ana Luísa Cunha Viana
Published: 29-03-2021 9:30

Comments

There are no comments yet for this post.

 ‭(Hidden)‬ Content Editor Web Part ‭[2]‬

Visão Contacto